A quarta rodada da copa Regional Amapar teve um aperitivo a mais para as equipes de Monte Carmelo, o grande clássico entre o Grêmio Vilanovense e EC Carmelitano agitou o estádio Joaquim Costa no bairro Santa Rita.

Os dois times até esta partida seguiam com 6 pontos cada um, o Grêmio a frente por critérios de desempate, mas clássico é clássico, e o EC Carmelitano queria manter a invencibilidade nos confrontos e o time da casa, claro quebrar esse tabu.

Com a bola rolando, muita rivalidade em campo, a chuva deu uma apimentada na partida, logo nos minutos iniciais muitos carrinhos e escorregões a consequência disso foram as várias faltas marcadas pela arbitragem.

Logo no início aos 11 minutos de jogo depois da tentativa de Cleitinho e a interceptação de Thiago Silva a bola sobra para Ronair que aproveita e marca o primeiro do Carmelitano.

Cerca de quatro minutos depois Leleco perde uma chance incrível, em uma bola lançada na área o atacante do leão da vila não domina bem e Vitinho segura firme.

O jogo estava pegando fogo, apesar da chuva, e o gol de empate veio aos dezesseis minutos com Ítalo, após o cruzamento de Vitor Hugo pela direita, o camisa 10 manda pra dentro da rede.

A partida continuou com uma pegada forte entre as duas equipes e a chuva não deu trégua, com grandes lances, o carmelitano tentou com Charles, mas a bola passou em frente ao gol assustando o goleiro Diego.

Aos 45 Leandrinho chuta forte e Diego novamente faz uma bela defesa segurando o resultado, na sequência, após a cobrança do escanteio Gamarra em uma jogada bem trabalhada quase marca, mas a primeira etapa terminou empatada.

Na volta do intervalo a chuva parecia que ia dar uma trégua, mas só parecia mesmo, ela deu o ar da graça durante toda a partida, mais branda claro. O Carmelitano assustou logo de cara com Gamarra cobrando falta e Diego esperto segura firme.

Novamente o time visitante deu trabalho para Diego dessa vez com Charles cobrando falta, mas o goleirão estava esperto e mandou para fora.

O jogo estava quente e o Grêmio tentou em cobrança de escanteio, bate rebate na área, Thiago silva chuta forte e Guilherme que entrou no segundo tempo no lugar de Vitinho, bem colocado defende bravamente.

O goleiro Diego estava inspirado e sendo solicitado na partida no chute de Paulo de fora da área ele defende, a bola bate na trave e Ronair tenta, mas Thiago Silva abafa e o goleirão faz mais uma defesa.

E tanta insistência rendeu ao carmelitano mais um gol, Leandrinho toca para Ronair que manda para Chales balançar as redes.

O Grêmio tentou em uma cobrança de falta com Ítalo, mas a bola foi pra longe do gol de Guilherme.

Aos 30 minutos contra ataque do carmelitano que pegou a defesa do Grêmio desarrumada, 5 contra 3 defensores, Leandrinho recebe tenta fazer o cruzamento a defesa tira mal, a bola sobra para Charles que rola apara Cleitinho finalizar.

Um minuto depois Douglas que tinha acabado de entrar aproveita o cruzamento e diminui para o grêmio.

Diego salvou mais uma vez em um chute forte de Cleitinho pela esquerda dentro da pequena área. O goleiro do grêmio salvou o time novamente dessa vez em um cruzamento na área a bola foi desviada por Alan e Diego se estica todo para evitar o gol, na sequência Guto perde uma grande chance.

Inspiração também do outro lado Guilherme faz uma grande defesa na cobrança de falta de Ítalo, ambos foram perfeitos.

Mas a tarde era mesmo do Carmelitano, em uma bela jogada Cleitinho toca para Alan que chuta de longe e marca o quarto do time visitante, final 4 a 2 para o EC Carmelitano que garante a invencibilidade em clássicos na Copa Regional Amapar.

Destaque do Grêmio o goleiro Diego elogiou a entrega do time, “nosso time está de parabéns pela entrega, a chuva atrapalhou um pouco, é um clássico todo mundo conhece todo mundo, o time deles é um dos favoritos ao título e nós também estamos correndo atrás, mas tem muito campeonato ainda”, disse Diego.

Um dos destaques do Carmelitano foi o atacante Cleiton que deu assistência e ainda fez gol na partida, “O jogo foi pegado, mas graças a Deus o nosso time saiu com os três pontos e é o que a gente mais precisava e almejava, agora a gente ganha um folego para a sequencia do campeonato e buscar a classificação”, disse Cleiton.

Há de se registrar também a presença dos torcedores que mesmo com a chuva marcaram presença para ver o clássico e matar a saudade de uma partida bem disputada como esta.

Confira mais fotos do clássico abaixo, disponíveis para download

DEIXE UMA RESPOSTA

Escreva seu comentario.
Por favor digite seu nome aqui.