Uma das datas mais importantes e aguardadas pelo comércio é a Black Friday. Este ano, o dia marcado pelas promoções vai ser 29 de novembro, última sexta-feira do mês, conforme a tradição.

Para garantir que não haja falsas reduções de preço, o Procon Tocantins e o Procon de Palmas iniciaram, nesta segunda-feira, fiscalizações em estabelecimentos da capital e no interior do estado.

A intenção é impedir que empresários subam os valores antes do evento. Os consumidores também podem contribuir com o monitoramento, como explica a superintendente do órgão municipal, Valéria Morais.

Os fiscais vão conferir os preços de produtos de diversos segmentos. Para quem optar por fazer as compras pela internet, o Procon orienta buscar sites confiáveis. O órgão também lembra que o consumidor tem o direito de desistir do produto até sete dias da data de recebimento, sem apresentar justificativa, conforme prevê a legislação.

O Procon Tocantins informou que vai disponibilizar atendimento especial no dia 29 para receber denúncias sobre ofertas falsas na Black Friday. As irregularidades também podem ser informadas por meio do número 151.

As empresas poderão responder a processo administrativo e receber multa, em caso de propaganda enganosa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Escreva seu comentario.
Por favor digite seu nome aqui.