O evento será realizado pela segunda vez nas paróquias do município, Nossa Senhora de Fátima, Nossa Senhora do Carmo e Bom Pastor.

Foto: Cerco de Jericó 2018

O Cerco de Jericó inicia hoje (26) com a Santa Missa às 18 horas na Paróquia Nossa Senhora do Carmo e às 19 horas na Paróquia Nossa Senhora de Fátima e Bom Pastor.

Durante toda a semana, o Santíssimo Sacramento ficará exposto para adoração 24 horas por dia na Paróquia Nossa Senhora de Fátima, já nas igrejas Bom Pastor e Nossa Senhora do Carmo a adoração será realizada das 8 horas até as 22 horas. Todos os dias haverá missa às 19 horas nas três paróquias de Monte Carmelo.

Foto:Arquivo/divulgação

“É uma oportunidade que as pessoas têm de buscar estar na presença de Jesus, caminhar com Ele, pedir bênção, graça a Deus, a cura, a libertação para a sua família, é esse o nosso intuito de fazer o Cerco de Jericó pelas famílias”, explica Frei Marcelo Marins, pároco da Paróquia Nossa Senhora de Fátima.

No sábado (31) as três paróquias se reúnem na igreja Nossa Senhora do Carmo para participar da Santa Missa, em seguida a adoração ao Santíssimo Sacramento até às 19 horas de domingo, encerrando o cerco com a Santa Missa.

Por que o Cerco de Jericó?

No Antigo Testamento, depois da morte de Moisés, Deus escolheu Josué para conduzir o povo hebreu. Deus disse a Josué que atravessasse o rio Jordão com todo o povo e tomasse posse da Terra Prometida. Ora, a cidade de Jericó era uma fortaleza inexpugnável. Ao chegar junto às muralhas de Jericó, Josué ergueu os olhos e viu um anjo, com uma espada na mão, que lhe deu ordens concretas e detalhadas. Josué e todo Israel executaram fielmente as ordens recebidas: durante 6 dias, os valentes guerreiros de Israel deram uma volta em torno da cidade. No 7º dia deram 7 voltas. Durante a 7ª volta, ao som da trombeta, todo o povo levantou um grande clamor e, pelo poder de Deus as muralhas de Jericó caíram (…). Hoje, em várias partes do mundo estão sendo realizados Cercos de Jericó. É Nossa Senhora quem ensina que se organizem os rosários permanentes e os Cercos de Jericó, se queremos ter a certeza da Vitória. (Texto retirado de Editora Cleofas)

DEIXE UMA RESPOSTA

Escreva seu comentario.
Por favor digite seu nome aqui.